Folk Lusitânia

Folk, Neo-clássico, New Age, World Music, Darkwave, Medieval, Música Étnica, Folk Metal, Symphonic Metal, Dark Ambient, Neofolk, Marcial.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 O que estás a ler agora?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 13 ... 22, 23, 24
AutorMensagem
Gotham
Burguês/Burguesa
avatar

N. de Mensagens : 92

MensagemAssunto: Re: O que estás a ler agora?   Qua Out 30, 2013 12:42 am

Gotham escreveu:
Vou começar Admirável Mundo Novo de Aldous Huxley.

Admito que as expectativas são elevadas!
A comparação com 1984 de Orwell é inevitável mas considero o 1984 superior ao Admirável Mundo Novo.

Para quem não conhece, o livro relata um mundo onde as pessoas não nascem; são fabricadas de forma a dividi-las por castas onde cada elemento está condicionado a ter um determinado comportamento. Esse condicionamento vem desde o berço para que ninguém se sinta infeliz com as suas funções, por mais degradantes que sejam, nem tenham qualquer tipo de comportamento subversivo.

Nos momentos menos felizes existe uma droga que os afasta dessa infelicidade durante algumas horas até retornarem à realidade como se nada tivesse acontecido.

O individualismo é totalmente inexistente em prol do bem da sociedade. Todos são de todos; todos são uma roda na engrenagem e deverão sentir-se felizes dessa forma.

Nalgumas zonas do planeta existem os chamados Selvagens que continuam a ter filhos de forma natural e ter a sua religião, uma mistura de cristianismo com xamanismo.
Um desses Selvagens é levado até ao novo mundo e o choque de mentalidades e comportamento é inevitável.

O mundo descrito no livro tem algumas passagens perigosamente proféticas como o condicionalismo (por exemplo, apesar de haver alguns livros censurados, nem valia a pena o esforço pois as próprias pessoas não estão interessadas em lê-los), o consumismo desenfreado e a forma como o progresso científico é útil ou não dependendo da mão que o controla.

Outro ponto curioso e que também me fez pensar em 1984 e principalmente n'O Triunfo dos Porcos de Orwell é a semelhança enorme entre pontos de vista políticos tão afastados ideologicamente. Isto é, em qualquer um destes livros, o Estado totalitário descrito tanto se enquadra em ideologias de esquerda ou de direita (nos seus extremos, bem entendido.)

Negativamente, destaco o excesso de referências ao teatro shakespeariano que me deixaram um bocado à nora. O que vale é que o tradutor deixou um aviso claro logo no início do livro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ártemis
Deus(a) da Lua (moderação)
avatar

Feminino
N. de Mensagens : 1419
Local : Monte Olimpo
Raça : Elfo
Elemento : Ar
Deus : Hermes (Engenho/Pensamento/Arte)
Cor : Vermelho

MensagemAssunto: Re: O que estás a ler agora?   Qui Nov 07, 2013 4:30 pm

Gotham escreveu:
Gotham escreveu:
Vou começar Admirável Mundo Novo de Aldous Huxley.

Admito que as expectativas são elevadas!
A comparação com 1984 de Orwell é inevitável mas considero o 1984 superior ao Admirável Mundo Novo.

Para quem não conhece, o livro relata um mundo onde as pessoas não nascem; são fabricadas de forma a dividi-las por castas onde cada elemento está condicionado a ter um determinado comportamento. Esse condicionamento vem desde o berço para que ninguém se sinta infeliz com as suas funções, por mais degradantes que sejam, nem tenham qualquer tipo de comportamento subversivo.

Nos momentos menos felizes existe uma droga que os afasta dessa infelicidade durante algumas horas até retornarem à realidade como se nada tivesse acontecido.

O individualismo é totalmente inexistente em prol do bem da sociedade. Todos são de todos; todos são uma roda na engrenagem e deverão sentir-se felizes dessa forma.

Nalgumas zonas do planeta existem os chamados Selvagens que continuam a ter filhos de forma natural e ter a sua religião, uma mistura de cristianismo com xamanismo.
Um desses Selvagens é levado até ao novo mundo e o choque de mentalidades e comportamento é inevitável.

O mundo descrito no livro tem algumas passagens perigosamente proféticas como o condicionalismo (por exemplo, apesar de haver alguns livros censurados, nem valia a pena o esforço pois as próprias pessoas não estão interessadas em lê-los), o consumismo desenfreado e a forma como o progresso científico é útil ou não dependendo da mão que o controla.

Outro ponto curioso e que também me fez pensar em 1984 e principalmente n'O Triunfo dos Porcos de Orwell é a semelhança enorme entre pontos de vista políticos tão afastados ideologicamente. Isto é, em qualquer um destes livros, o Estado totalitário descrito tanto se enquadra em ideologias de esquerda ou de direita (nos seus extremos, bem entendido.)

Negativamente, destaco o excesso de referências ao teatro shakespeariano que me deixaram um bocado à nora. O que vale é que o tradutor deixou um aviso claro logo no início do livro.
Concordo com muitos dos pontos que mencionaste, principalmente sobre os estados totalitários em geral. E já agora, deixo aqui uma recomendação The Dispossessed da Ursula K. Le Guin (não faço ideia se há edição traduzida para português).
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gotham
Burguês/Burguesa
avatar

N. de Mensagens : 92

MensagemAssunto: Re: O que estás a ler agora?   Qui Nov 07, 2013 7:24 pm

Não conheço esse livro, mas por aquilo que pesquisei, a versão portuguesa chama-se "Os Despojados" e foi editada como edição de bolso em 1983 pelas Publicações Europa-América.
Tentarei encontrá-la.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Glam
Deus(a) do Sol (administração)
avatar

Feminino
Áries Búfalo
N. de Mensagens : 902
Idade : 32
Raça : Fada
Elemento : Sombra
Deus : Hermes (Engenho/Pensamento/Arte)
Cor : Azul Escuro

MensagemAssunto: Re: O que estás a ler agora?   Sex Nov 08, 2013 12:23 am

Ártemis escreveu:
The Dispossessed da Ursula K. Le Guin
Ando há séculos para ler qualquer coisa dessa senhora... O que é que recomendas para começar?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ártemis
Deus(a) da Lua (moderação)
avatar

Feminino
N. de Mensagens : 1419
Local : Monte Olimpo
Raça : Elfo
Elemento : Ar
Deus : Hermes (Engenho/Pensamento/Arte)
Cor : Vermelho

MensagemAssunto: Re: O que estás a ler agora?   Sex Nov 08, 2013 10:36 am

Glam escreveu:
Ártemis escreveu:
The Dispossessed da Ursula K. Le Guin
Ando há séculos para ler qualquer coisa dessa senhora... O que é que recomendas para começar?
Desculpa mas foi mesmo o primeiro e único que li até agora. Também andava curiosa e peguei neste há um mês portanto ainda não explorei mais nada mesmo. Mas fiquei com muita vontade de ler mais coisas, porque achei genial.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gotham
Burguês/Burguesa
avatar

N. de Mensagens : 92

MensagemAssunto: Re: O que estás a ler agora?   Qui Nov 14, 2013 9:23 pm

Em progresso, tenho o "Nas Montanhas da Loucura" de H.P. Lovecraft.
Após ter lido alguns dos seus contos e ter ficado completamente siderado com alguns deles, como o Celephais, a expectativa para este livro era enorme.

Infelizmente, para já, não me tem enchido as medidas. A estória tem muitas possibilidades mas, até agora, não têm sido exploradas. Até parece que está a fazer um trabalho científico com demasiada pormenorização.

Vejamos um pequeno excerto onde o protagonista e um colega exploram uma cidade antiquíssima encontrada da Antártica:

"Aqui e ali tivemos a oportunidade de ver a madeira petrificada de uma porta e ficámos impressionados com a fabulosa antiguidade visível na sua estrutura. Um material assim provinha de gimnospérmicas ou de coníferas mesozóicas (nomeadamente das cícadas cretácicas) ou então de palmeiras ou de angiospérmicas indubitavelmente terciárias. Não tínhamos ainda descoberto nada que não datasse pelo menos do período pliocénico."

Exemplos destes há muitos nas 90 e tal páginas que já li. Ainda falta cerca de metade, espero bem que a coisa anime!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Abbadon
Sacerdote/Sacerdotisa
avatar

Masculino
Sagitário Dragão
N. de Mensagens : 210
Idade : 29
Local : Sintra
Elemento : Fogo/Trovão
Deus : Deméter (Terra/Natureza/Estações)
Cor : Cinzento

MensagemAssunto: Re: O que estás a ler agora?   Qui Nov 14, 2013 9:38 pm

Andava com vontade de ler um livro e comecei a ler este que já tinha há algum tempo por casa.
Até agora estou a gostar study 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Urânia
Rei/Rainha
avatar

Feminino
Câncer Tigre
N. de Mensagens : 1298
Idade : 31
Raça : Elfo
Elemento : Ar
Deus : Urano (Céu/Elevação/Perfeição)
Cor : Verde

MensagemAssunto: Re: O que estás a ler agora?   Sex Nov 15, 2013 12:28 pm

Esse livro....

É o segundo volume de uma saga.
Eu não li esse, li só primeiro "Wildwood dancing". E sinceramente não gostei e como tal nem me dei ao trabalho de ler o segundo...



(desabafo: ando tão cansada das histórias de Juliet Marillier.... ufffff!) Li demasiados livros dela e já sei a fórmula, já não me surpreende, já não consigo tirar gozo do que leio dela. Para mim o melhor de Julliet Marillier do que li, são as Crónicas de Bridei.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Abbadon
Sacerdote/Sacerdotisa
avatar

Masculino
Sagitário Dragão
N. de Mensagens : 210
Idade : 29
Local : Sintra
Elemento : Fogo/Trovão
Deus : Deméter (Terra/Natureza/Estações)
Cor : Cinzento

MensagemAssunto: Re: O que estás a ler agora?   Sex Nov 15, 2013 4:56 pm

Ainda bem que falas nisso, de já saberes a fórmula dela, eu também já reparei que neste livro a sua forma de escrever é muito similar e isso não me agradou porque me fez prever muita coisa, ainda só vou a meio do livro, mas estou a gostar pelos detalhes e informações relativas a Istambul na época e coisas que tais, basicamente o que me interessa mais é o contexto histórico/social/cultural que é apresentado, não digo que não existam livros mais indicados para satisfazer este meu interesse, mas foi o livro que tinha mais à mão numa noite que não conseguia adormecer Razz 

Não posso dizer que estou farto dos livros da autora porque comecei a ler o Filho das Sombras há bastante tempo atrás e não cheguei a acabar, portanto este é o segundo livro que estou a ler, por assim dizer.
Não fazia ideia que era o segundo de uma saga...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Urânia
Rei/Rainha
avatar

Feminino
Câncer Tigre
N. de Mensagens : 1298
Idade : 31
Raça : Elfo
Elemento : Ar
Deus : Urano (Céu/Elevação/Perfeição)
Cor : Verde

MensagemAssunto: Re: O que estás a ler agora?   Sab Nov 16, 2013 12:26 am

Saga se calhar foi um termo demasiado forte e até despropositado! Foi o termo que me saiu...! É apenas, o 2o volume.. uma suposta continuação. Mas és capaz de conseguir lê-lo sem ter que ler o primeiro claro! Smile

Pois eu terminei o "filho das sombras", o primeiro que li dela, outro livro muito muito sofrido...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Abbadon
Sacerdote/Sacerdotisa
avatar

Masculino
Sagitário Dragão
N. de Mensagens : 210
Idade : 29
Local : Sintra
Elemento : Fogo/Trovão
Deus : Deméter (Terra/Natureza/Estações)
Cor : Cinzento

MensagemAssunto: Re: O que estás a ler agora?   Sab Nov 16, 2013 12:40 am

Este não é sofrido como o "filho das sombras", aliás acho que li foi a "filha da floresta", li o segundo volume, mas a personagem principal no "segredo de cibele", feminina, possui igualmente qualidades intuitivas, depois o desenrolar perante os personagens masculinos que ela vai encontrando, nomeadamente os que lhe despertam algum interesse e/ou atracção, acaba por ser um pouco do mesmo.
O que gosto mesmo é da suposta riqueza cultural que é descrita sobre a cidade de Istambul, os vários povos, religiões, costumes, etc. Isso é que me tem mantido minimamente interessado.

Até agora não notei nenhuma referência que me fizesse prever a existência de um livro anterior relacionado, ao que me parece, esta história é relativamente "independente" da do primeiro volume.

P.S: Afinal estava correcto, é o "filho das sombras". Muitos livros, muita confusão Razz 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gotham
Burguês/Burguesa
avatar

N. de Mensagens : 92

MensagemAssunto: Re: O que estás a ler agora?   Qui Nov 21, 2013 4:45 pm

Terminei o Todos e nenhum de Henrique Nicolau.

Neste livro acompanhamos um jornalista lisboeta durante uma semana de férias numa aldeola nos arredores perto da capital.
Logo no primeiro dia, dá de caras com o mistério que rodeia o suposto suicídio de um dos moradores da aldeia que não era tido em muito boa conta pelos seus vizinhos. A partir daí, e dando asas à sua curiosidade, tenta deslindar o mistério enquanto os habitantes se fecham em copas.

Um livro onde os elementos tipicamente portugueses são presença constante. Como exemplos disso temos a pequena aldeia onde quase todos são primos uns dos outros, nem que seja em quinquagésimo grau; as horas passadas em volta de boa comida e ainda melhor bebida; as intrigas entre vizinhos que envolvem disputas de terrenos e negócios de saias; os tradicionais boatos e o diz-que-disse que anima a pacata vida das gentes do campo.

Um livro simples, mas não simplório, bastante fácil e agradável de ler, com um estilo a que Henrique Nicolau nos habituou: uma escrita leve, rápida, recheada de expressões infelizmente caídas em desuso que revelam a enorme riqueza da língua de Camões.

Para abrir o apetite, um pequeno excerto revelador do estilo do autor:

" A Isaura recebeu-me como velho amigo desde sempre conhecido, e convidou-me logo para entrar, iniciando de imediato o seu relatório de novidades como se eu fosse o marido ou o amante que chega de longe. Cruzes canhoto! Que, amante, ainda poderia ser em maré de distracção carenciada, agora marido, não, nunca, em tempo algum.
Fora os rodeios, vamos sem tardança ao que me despejou de uma penada, quase a perder o fôlego, que as notícias são boas e fresquinhas e vêm tocadas pelo inesperado.
E então ela disse: (...)"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Abbadon
Sacerdote/Sacerdotisa
avatar

Masculino
Sagitário Dragão
N. de Mensagens : 210
Idade : 29
Local : Sintra
Elemento : Fogo/Trovão
Deus : Deméter (Terra/Natureza/Estações)
Cor : Cinzento

MensagemAssunto: Re: O que estás a ler agora?   Sab Nov 23, 2013 4:50 pm

Parece interessante o livro...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gotham
Burguês/Burguesa
avatar

N. de Mensagens : 92

MensagemAssunto: Re: O que estás a ler agora?   Sab Nov 23, 2013 8:17 pm

Gostei muito.
É o quarto livro deste autor que leio e a qualidade é garantida.
No entanto, o meu favorito é o Uma Vida em Beleza onde seguimos o protagonista através de caminhos tortuosos (com algumas mortes à mistura) até atingir a riqueza e o poder. Não é bem um policial típico, é mais uma comédia negra de humor bastante subtil.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gotham
Burguês/Burguesa
avatar

N. de Mensagens : 92

MensagemAssunto: Re: O que estás a ler agora?   Qua Nov 27, 2013 10:57 pm

O meu tempo para leitura, e outros lazeres, vai diminuir muito nos próximos tempos, mas até lá tenho andado a ler uma coleção de sete pequenos volumes oferecidos pelo jornal Expresso entre setembro e início de novembro. Chama-se Grandes Batalhas da História de Portugal e dá para ter uma ideia não muito aprofundada sobre alguns dos momentos mais decisivos da nossa História.

Até agora li os dois primeiros volumes: A Definição das Fronteiras e Aljubarrota.
O primeiro abrange quase 2 séculos de acontecimentos, o que torna o livro um pouco disperso e não muito interessante. Qualidade essa que se encontra mais presente no segundo volume, que abrange a "crise" de 1383-1389 onde se enquadra a famosa batalha. É curioso ver como existem tantos pequenos pormenores que poderiam ter alterado de forma significativa o rumo dos acontecimentos e que, se as coisas se tivessem passado de outra forma, agora poderíamos estar a falar espanhol!
Só um pequeno exemplo: se não fosse a peste a dizimar as tropas castelhanas aquando do cerco de Lisboa, provavelmente a capital do reino teria caído e D. João I não teria subido ao trono.

Uma das figuras mais interessantes durante esses quentes anos do século XIV, é o famoso Nuno Álvares Pereira que, além de ser passado dos carretos e ter uma coragem a roçar a imprudência, tem os ditos cujos bem no sítio.
Senão vejamos: aquando das cortes de Coimbra onde se escolhia o rei de Portugal (disputa entre João, Mestre de Avis e João, infante de Portugal e filho dos famossíssimos Pedro e Inês), após inúmeras e longas negociações e discussões retóricas e jurídicas que duraram meses, Nuno Álvares chateia-se, aproveita uma conversa entre o Mestre de Avis e os seus adversários políticos e aparece com 300 soldados armados como demonstração de força. Resultado: no dia seguinte o Mestre de Avis é escolhido como Rei de Portugal...
Mais tarde, quando Juan I de Castela invade Portugal, o nosso rei e seus conselheiros reúnem-se para decidir o que fazer. Uns queriam uma guerra de guerrilha; outros preferiam atacar Sevilha de forma a obrigar o rei castelhano a ir em auxílio da cidade e conseguindo mais tempo para Portugal receber mais reforços ingleses; enquanto que Nuno Álvares preferia uma batalha definitiva em território nacional. Andavam eles neste bate-boca interminável, até que Nuno Álvares volta a chatear-se e pega nos seus quase 3000 soldados e marcha para Tomar, deixando um aviso ao rei: se vocês não lutam, luto eu, nem que seja sozinho. Resultado: o resto do exército português resolve seguir os homens de Nuno Álvares.
Como se isto já não fosse suficiente para percebermos de que material este nosso egrégio avô era feito, poucos dias antes de Aljubarrota, os batedores portugueses capturam um jovem do lado inimigo e ele obriga-o a dizer a D. João I que o exército castelhano era miserável e pouco numeroso, o que era claramente mentira. O objetivo era que as tropas portuguesas tivessem ainda mais vontade de lutar.
Nada disto teria resultado se na hora da verdade Nuno Álvares Pereira não fosse uma velha raposa astuta e não tivesse preparado bem o terreno de forma a limitar os danos do ataque da cavalaria castelhana. Este tipo de ataques, na Idade Média, era muitas vezes decisivo.
O nosso caro antepassado chegou com o seu exército ao local da batalha antes do inimigo e espalhou pelos campos pilhas de troncos e ramos aguçados, fossos e valas de profundidades e orientações várias de forma a travar a corrida dos cavalos de Castela.

Só mais uma achega a este já longo texto: parece que a famosa tática do quadrado é mais mito que realidade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kraft durch Freude
Herói/Heroína mitológic@
avatar

N. de Mensagens : 2053
Raça : Ent/Povo das Árvores
Deus : Ares (Guerra/Heroísmo/Conquista)

MensagemAssunto: Re: O que estás a ler agora?   Qui Nov 28, 2013 10:27 pm

Gotham escreveu:
O meu tempo para leitura, e outros lazeres, vai diminuir muito nos próximos tempos, mas até lá tenho andado a ler uma coleção de sete pequenos volumes oferecidos pelo jornal Expresso entre setembro e início de novembro. Chama-se Grandes Batalhas da História de Portugal e dá para ter uma ideia não muito aprofundada sobre alguns dos momentos mais decisivos da nossa História.

Até agora li os dois primeiros volumes: A Definição das Fronteiras e Aljubarrota.
O primeiro abrange quase 2 séculos de acontecimentos, o que torna o livro um pouco disperso e não muito interessante. Qualidade essa que se encontra mais presente no segundo volume, que abrange a "crise" de 1383-1389 onde se enquadra a famosa batalha. É curioso ver como existem tantos pequenos pormenores que poderiam ter alterado de forma significativa o rumo dos acontecimentos e que, se as coisas se tivessem passado de outra forma, agora poderíamos estar a falar espanhol!
Só um pequeno exemplo: se não fosse a peste a dizimar as tropas castelhanas aquando do cerco de Lisboa, provavelmente a capital do reino teria caído e D. João I não teria subido ao trono.

Uma das figuras mais interessantes durante esses quentes anos do século XIV, é o famoso Nuno Álvares Pereira que, além de ser passado dos carretos e ter uma coragem a roçar a imprudência, tem os ditos cujos bem no sítio.
Senão vejamos: aquando das cortes de Coimbra onde se escolhia o rei de Portugal (disputa entre João, Mestre de Avis e João, infante de Portugal e filho dos famossíssimos Pedro e Inês), após inúmeras e longas negociações e discussões retóricas e jurídicas que duraram meses, Nuno Álvares chateia-se, aproveita uma conversa entre o Mestre de Avis e os seus adversários políticos e aparece com 300 soldados armados como demonstração de força. Resultado: no dia seguinte o Mestre de Avis é escolhido como Rei de Portugal...
Mais tarde, quando Juan I de Castela invade Portugal, o nosso rei e seus conselheiros reúnem-se para decidir o que fazer. Uns queriam uma guerra de guerrilha; outros preferiam atacar Sevilha de forma a obrigar o rei castelhano a ir em auxílio da cidade e conseguindo mais tempo para Portugal receber mais reforços ingleses; enquanto que Nuno Álvares preferia uma batalha definitiva em território nacional. Andavam eles neste bate-boca interminável, até que Nuno Álvares volta a chatear-se e pega nos seus quase 3000 soldados e marcha para Tomar, deixando um aviso ao rei: se vocês não lutam, luto eu, nem que seja sozinho. Resultado: o resto do exército português resolve seguir os homens de Nuno Álvares.
Como se isto já não fosse suficiente para percebermos de que material este nosso egrégio avô era feito, poucos dias antes de Aljubarrota, os batedores portugueses capturam um jovem do lado inimigo e ele obriga-o a dizer a D. João I que o exército castelhano era miserável e pouco numeroso, o que era claramente mentira. O objetivo era que as tropas portuguesas tivessem ainda mais vontade de lutar.
Nada disto teria resultado se na hora da verdade Nuno Álvares Pereira não fosse uma velha raposa astuta e não tivesse preparado bem o terreno de forma a limitar os danos do ataque da cavalaria castelhana. Este tipo de ataques, na Idade Média, era muitas vezes decisivo.
O nosso caro antepassado chegou com o seu exército ao local da batalha antes do inimigo e espalhou pelos campos pilhas de troncos e ramos aguçados, fossos e valas de profundidades e orientações várias de forma a travar a corrida dos cavalos de Castela.

Só mais uma achega a este já longo texto: parece que a famosa tática do quadrado é mais mito que realidade.
Delicioso! Very Happy
Fiquei com pena de não ter ficado com essa colecção. Crying or Very sad 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gotham
Burguês/Burguesa
avatar

N. de Mensagens : 92

MensagemAssunto: Re: O que estás a ler agora?   Sex Nov 29, 2013 12:07 am

Tenta ligar para o jornal Expresso, pode ser que eles ainda tenham exemplares.
Cada volume tem cerca de 100-110 páginas, por isso os 7 volumes é como se fossem um livro de 700-750 páginas. Pode ser que façam um preço jeitoso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gotham
Burguês/Burguesa
avatar

N. de Mensagens : 92

MensagemAssunto: Re: O que estás a ler agora?   Ter Dez 03, 2013 7:20 pm

Acabei de ler A Encomendação das Almas de João Aguiar.

O livro tem como protagonistas um antigo homem de negócios com 70 anos que se resolve afastar do rebuliço da cidade e instalar-se no campo e um adolescente de 17 anos que é considerado por todos como ligeiramente atrasado mental mas será antes ingénuo e extremamente sonhador.

O destino junta-os e leva-os a construir um universo muito próprio, enraizado nas antigas lendas e tradições portuguesas. À sua volta, a Aldeia Global, com as suas TV's, shoppings, músicas eletrónicas e outros elementos modernos vai ocupando cada vez mais espaço e impedindo que as antigas tradições perdurem.

Como obra literária é pobrezinho, mas tem partes interessantes onde se descrevem alguns antigos rituais cuja origem se perdem na memória dos tempos. Temos as receitas para acabar com a maldição de um lobisomem, as mouras encantadas, o ritual da encomendação das almas, o Secular das Nuvens, etc.
Recomendo a quem se interessa por esta temática.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gotham
Burguês/Burguesa
avatar

N. de Mensagens : 92

MensagemAssunto: Re: O que estás a ler agora?   Seg Dez 09, 2013 7:20 pm

Agora ando a ler A História do Ateísmo de George Minois.
Ainda li pouco, mas a tradução parece-me deixar um pouco a desejar.
Primeira grande surpresa: o tão conhecido e admirado Platão era completamente intolerante em relação aos ateus.
Dividia-os em duas categorias: o ateu cuja conduta é correta mas com ideias "perigosas" e o ateu depravado, que além do mais é um mau exemplo.
Para os primeiros, previa uma pena de prisão de 5 anos onde receberia aulas de reeducação. Caso, no final da pena, o ateu continuasse com as suas convicções, seria então condenado à morte.
No caso dos segundos, seriam colocados numa prisão em local deserto e o mais selvagem possível, em isolamento completo e recebendo dos carcereiros apenas a comida determinada pelos Guardas-das-Leis. Quando o ateu morresse, o seu cadáver deveria ser lançado, sem sepultura, fora das fronteiras.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Signatus
Deus(a) da Lua (moderação)
avatar

Masculino
Virgem Dragão
N. de Mensagens : 2724
Idade : 29
Local : Ofiussa
Raça : Lobitroll
Elemento : Terra/Rocha
Deus : Deméter (Terra/Natureza/Estações)
Cor : Verde

MensagemAssunto: Re: O que estás a ler agora?   Ter Dez 24, 2013 3:03 pm

Ando a ler "De Bello Gallico" de um fulano de que não sei se já ouviram falar chamado "Gaius Julius Caesar".

Ebook Grátis, se alguém quiser peça Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gotham
Burguês/Burguesa
avatar

N. de Mensagens : 92

MensagemAssunto: Re: O que estás a ler agora?   Qua Jan 28, 2015 6:15 pm

Atualmente ando a ler O Último Cabalista de Lisboa de Richard Zimmler. É um livro curioso pois o verdadeiro autor não é o que referi mas sim Berequias Zarco, um judeu obrigado a converter-se ao cristianismo que viveu em Lisboa no século XVI. Zimmler adaptou o manuscrito de Berequias encontrado em Istambul em 1990.
Conta a estória da morte do seu tio durante os motins de 1506 que vitimaram milhares de judeus e a investigação de Berequias ao homicídio do seu tio.
Quando o terminar de ler, darei a minha opinião.

Um livro que li há uns meses e é capaz de agradar a alguns de vocês é A Voz dos Deuses de João Aguiar. Relata a estória de um lusitano que serve sob as ordens de Viriato durante a ocupação romana. Apesar de obra ficcional, permite ter uma ideia do estilo de vida na época e apresenta-nos rituais e crenças perdidas no tempo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ártemis
Deus(a) da Lua (moderação)
avatar

Feminino
N. de Mensagens : 1419
Local : Monte Olimpo
Raça : Elfo
Elemento : Ar
Deus : Hermes (Engenho/Pensamento/Arte)
Cor : Vermelho

MensagemAssunto: Re: O que estás a ler agora?   Qua Jan 28, 2015 9:18 pm

Signatus escreveu:
Ando a ler "De Bello Gallico" de um fulano de que não sei se já ouviram falar chamado "Gaius Julius Caesar".

Ebook Grátis, se alguém quiser peça Smile

Que raio achaste disso? Razz

Já me disseram que a escrita do Zimler era um tanto ou quanto fraquita e isso para mim é MUITO importante, pode parecer um pouco esteta da minha parte, mas passo 95% da minha vida a ler coisas técnicas, quando escolho literatura para tempos livres prefiro algo bem "desenhado".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gotham
Burguês/Burguesa
avatar

N. de Mensagens : 92

MensagemAssunto: Re: O que estás a ler agora?   Qui Jan 29, 2015 8:12 pm

Acabei O Último Cabalista de Lisboa. Não é nada de especial, vale pelo retrato da Lisboa do séc. XVI mas só numa pequena escala, isto é, só é retratado o que está diretamente relacionado com o autor.

Sobre a escrita do Zimler, bem, como este livro não foi escrito mas sim adaptado por ele, não me posso pronunciar pois não conheço mais nenhum. Ele próprio admite que tentou ser o mais fiel possível ao autor original, logo, a qualidade ou falta dela deve-se essencialmente a este.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O que estás a ler agora?   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O que estás a ler agora?
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 24 de 24Ir à página : Anterior  1 ... 13 ... 22, 23, 24
 Tópicos similares
-
» Que mangas estão a ler agora? /listas e recomendações
» Novidades no Arremate Rápido ! Agora aceitamos também o PagSeguro
» Vários sites em manutenção ou fora do ar
» Arremate Rápido agora tem leilões matinais !
» Qual dongle está abrindo HDs?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Folk Lusitânia :: Parte Sul :: Biblioteca-
Ir para: