Folk Lusitânia

Folk, Neo-clássico, New Age, World Music, Darkwave, Medieval, Música Étnica, Folk Metal, Symphonic Metal, Dark Ambient, Neofolk, Marcial.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Cães Perigosos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Aelle
Mestre
avatar

Masculino
Libra Porco
N. de Mensagens : 748
Idade : 33
Raça : Hobbit
Elemento : Terra/Rocha
Deus : Cronos (Tempo/Ordem/Lei)
Cor : Azul Escuro

MensagemAssunto: Cães Perigosos   Qui Jan 05, 2012 3:22 am

(Este fórum tem mais subdivisões de tópicos que users. Espero estar a colocar isto no sítio certo. Senão, olha, alguém que o arrume!)

É um tema, que, julgo, nunca foi debatido aqui. Lembrei-me disto ontem, ao ver um skin head (daqueles à portuguesa, que parecem mais árabes baixinhos que propriamente arianos altos, mas pronto, estão no seu direito) com um valente pitbull. E pensei: "Ora bem, este indivíduo está, literalmente armado. Solta e atiça o cão em quem quiser, e este pedaço de criatura, bem, faz a vítima em pedaços."

Claro que depois de alguém estar morto, ou gravemente ferido, de pouco lhe vai valer as reprimendas judiciais.

Eu acho errado certas raças de cães serem de livre acesso ao público. São verdadeiras armas de guerra. A lei proíbe-me de andar com um simples canivete, mas posso comprar um pitbull, um rottweiller ou um doberman. Este tipo de raças, criadas e desenvolvidas pelo Homem, de resto, para fins coercivos, a não serem extintas, deviam ser utilizadas só e exclusivamente pelas forças policiais, ou outras organizações do Estado de manutenção da ordem. Acho uma completa imbecilidade e um perigo, que só não é ridículo pois pode (e já teve) graves consequências, eu, ou qualquer outro cidadão estarmos sujeitos à decisão e arbítrio do dono de um animal desse género. O indivíduo é que decide se solta a trela, ou não, se atiça o cão, ou não, se o treina de uma forma ou de outra, para que fins, etc, etc. É verdadeiramente incrível o poder de destruição que se tem, ao abrigo da própria lei. Ou lacuna da mesma.

Uma pistola 6.35, à distância, não é tão perigosa.

Sei que em bairros sociais é uma raça muito popular, porque é uma forma de intimidar as populações, e manter os gangs rivais á distância e em respeito.

Qual é a vossa opinião?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Averróis
Deus(a) da Lua (moderação)
avatar

Masculino
Sagitário N. de Mensagens : 3508
Idade : 818
Local : Córdoba

MensagemAssunto: Re: Cães Perigosos   Qui Jan 05, 2012 4:17 am

O que são "cães perigosos"? Acho que a menos que estejamos a falar de um chiuaua ou de outras raças de cães que são bastante pequenas e pouco possantes contra um humano, a verdade é que qualquer cão de porte médio ou grande pode ser usado como uma potencial arma.
Não interessa se é pit bull, se é rottweiler ou doberman. Até um golden retriever ou labrador (que têm uma reputação de serem carinhosos e de temperamento afável, ou por serem escolhidos como cães de guia para cegos) conseguem ser muito perigosos se forem treinados ou incitados para tal... E portanto nem era ilegalizando os cães de fila que se deixava de ter cães capazes de fazer danos consideráveis.
De igual forma, praticamente qualquer objecto pode ser utilizado como arma. Até uma bengala de madeira pode revelar-se como uma arma letal. Praticamente tudo o que esteja à mão é capaz de fazer danos consideráveis.

Acho porém que as pessoas devem ser punidas a valer se forem apanhadas a treinar um cão para ser violento ou se o seu cão atacar alguém (que não seja por mero acidente). Um pit bull pode ser bastante dócil e sociável com outros cães e com outras pessoas -- incluindo desconhecidos -- se for acostumado para tal desde cedo. Os cães são um pouco como as pessoas nesse aspecto: em termos de personalidade também acabam por ser influenciados pelo meio, por muito que já possam nascer com umas diferenças entre si desde o início, ou com uma predisposição para um determinado temperamento.

Para resumir: os cães de fila só têm a má fama porque têm capacidade muscular acima da média e porque geralmente quem quer treinar um cão para ser agressivo escolhe essas raças. Mas praticamente qualquer cão pode ser considerado perigoso. A única forma de resolver isso, se realmente há necessidade de resolver, era ilegalizando todos os cães menos os cães de colo, pois ilegalizar os cães de fila não ia fazer uma diferença verdadeiramente avassaladora, na minha opinião.
Não quero comparar animais de estimação a objectos em todos os aspectos, mas os cães são úteis para outros propósitos para além dos danos que possam eventualmente causar em alvos. De igual forma há vários objectos que encontramos facilmente numa superfície comercial e que também podem ser perigosos mas não deixam de ser úteis (ou indispensáveis) para outras tarefas. Qualquer pessoa pode comprar um machado, por exemplo, ou uma enxada, ou um martelo. Estes 3 objectos são potencialmente letais e qualquer pessoa os adquire a um preço irrisório...

_________________

· Website | Bandcamp | SoundCloud | Last.fm ·
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://undogmatic.net78.net/
Aelle
Mestre
avatar

Masculino
Libra Porco
N. de Mensagens : 748
Idade : 33
Raça : Hobbit
Elemento : Terra/Rocha
Deus : Cronos (Tempo/Ordem/Lei)
Cor : Azul Escuro

MensagemAssunto: Re: Cães Perigosos   Qui Jan 05, 2012 5:21 am



Certamente, Averróis, até um gato pode ser perigoso. São extremamente rápidos, e podem causar mais danos do que se pensa, mas precisamente, tem sempre que haver uma fronteira. Que aliás é o que faz o legislador relativamente aos objectos. Como tu disseste, e bem, qualquer coisa pode servir como arma. Uma simples esferográfica. Que aliás são proibidas em certas prisões americanas. Enfim, o próprio corpo humano, para quem tiver a formação adequada, é uma arma letal. As artes marciais, por exemplo. Mas, lá está, volto a dizer, tem que haver uma fronteira, uma mensagem que o Estado passa aos seus cidadãos. É uma das missões difíceis do legislador. Estabelecer um limite. Lá está, porquê 25 anos de cadeia, e não 23? ou 46? Se formos por aí, enveredamos novamente por outras discussões, que, embora bem mais interessantes que a deste tópico, merecem outros espaços.

E com efeito, como tu disseste, é precisamente por terem capacidade muscular acima da média. Bastante acima da média, diga-se de passagem. De resto, não sou entendido em raças de cães, e não sei se estes cães têm uma propensão maior para a agressividade, se confrontados com certas situações de tensão. Mas parece haver indicações nesse sentido.

Li isto na wikipedia:

"O Pit Bull foi banido em alguns países como o Canadá. Na Inglaterra sua criação é autorizada apenas pela justiça. Nos Estados Unidos, baniram a criação em vários estados com muitos outros empregando pesadas restrições na posse do animal. No Brasil, não há legislação específica, porém a cada fatalidade reportada na mídia, inflama o debate na sociedade por leis mais rígidas e punição aos donos."

Parece que os ingleses se adiantaram a mim, parece-me bem. E é o país pioneiro na legislação de defesa dos direitos dos animais.

Preocupa-me o caso brasileiro: "A CADA NOVA fatalidade"? Mas é um fenómeno regular?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Averróis
Deus(a) da Lua (moderação)
avatar

Masculino
Sagitário N. de Mensagens : 3508
Idade : 818
Local : Córdoba

MensagemAssunto: Re: Cães Perigosos   Qui Jan 05, 2012 12:59 pm

No caso do Brasil estamos a falar de um país que em termos de extensão territorial é quase uma Europa inteira.

A Europa tem no total cerca de 10 180 000 km2
O Brasil tem cerca de 8 510 000 km2

Isto dá para ter uma ideia do tamanho do Brasil, tem um tamanho que é de proporções continentais.
É natural que no Brasil hajam vários casos de fatalidades com pit bulls. Como de resto as probabilidades de alguém falecer em situações bizarras, como uma queda de uma cadeira, também aumentam, porque há um grande número de pessoas em jogo que se podem arriscar a tal desfecho. Além do mais o Brasil -- e em especial em certas zonas -- tem sérios problemas sociais que vão desde a pobreza, corrupção, violência (de diversos tipos), estratificação social acentuada, e por aí fora. Algumas dessas zonas são especialmente propensas a que hajam problemas relacionados com ataques de pit bulls, assaltos à mão armada, facadas e por aí fora, porque é acima de tudo um ambiente de cortar à faca. É daquelas coisas em que a única forma de prevenir seria impossibilitando esse tipo de ambiente na raiz, e não apenas com a ilegalização de algumas coisas... Ora a droga e as armas de calibre militar também são ilegais e continuam a ser um gravíssimo problema por lá. As proibições pouco ou nada conseguem fazer contra quem não está disposto a dar ouvidos às leis. Quanto muito as proibições só vão impedir que pessoas inocentes e com responsabilidade não possam possuir um cão desses, enquanto rufias continuam a te-los, da mesma forma que continuam a traficar droga, diversos animais exóticos proibidos (e tu deves saber que a indústria do tráfico de animais exóticos é bastante grande), armas de calibre militar, etc...


Para muitos indivíduos, nem mesmo a existência da pena de morte (como em alguns estados dos EUA) serve para os impedir de fazer coisas impensáveis.

Ironicamente, os estados dos EUA que têm pena de morte conseguem ser os estados que mais assassinatos registam, quando em comparação com os estados que não têm pena de morte.


Citação :
States Without the Death Penalty Have Had Consistently Lower Murder Rates

Scientific studies have consistently failed to demonstrate that executions deter people from committing crime anymore than long prison sentences. Moreover, states without the death penalty have much lower murder rates. The South accounts for 80% of US executions and has the highest regional murder rate.

https://death.rdsecure.org/article.php?id=82


Sem uma sensibilização social dos jovens em formação, durante a sua educação, sem as condições sociais para levarem uma vida decente e condigna, em tudo o que leva uma pessoa a sentir-se bem e feliz com a sua vida, as proibições acabam por ser, muitas das vezes, meras tentativas de remediar a coisa, sem sarar a origem desse problema e de muitos outros.
A prevenção neste caso deveria ter prioridade. Uma pessoa que esteja bem com a sua vida, seja feliz e tenha condições de vida harmoniosas não estará tão predisposta a cometer crimes horrendos (embora eles possam continuar a existir, como é óbvio, há sempre sádicos).
A melhoria das condições sociais era, a meu ver, uma necessidade premente para reduzir este tipo de problemas e muitos outros. Porque senão continuamos a ter barris de pólvora de onde só emanam problemas.

As pessoas têm de desenvolver um sentido de responsabilidade, reconhecer o valor da sua vida e da vida dos outros, deixarem de ser expostas a situações degradantes à sua volta. As proibições, a bem dizer, não resolvem o problema pois as coisas continuam a ser feitas neste tipo de ambiente independentemente de ser legal ou ilegal.

_________________

· Website | Bandcamp | SoundCloud | Last.fm ·


Última edição por Averróis em Qui Jan 05, 2012 1:17 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://undogmatic.net78.net/
Kraft durch Freude
Herói/Heroína mitológic@
avatar

N. de Mensagens : 2053
Raça : Ent/Povo das Árvores
Deus : Ares (Guerra/Heroísmo/Conquista)

MensagemAssunto: Re: Cães Perigosos   Qui Jan 05, 2012 1:13 pm

Conheço quem crie cães deste tipo (não sei ao certo se serão pitbulls ou outra raça qualquer mas são cães "perigosos").
Pelo que conversámos há tempos, ele tem uma data de restrições às quais tem de obedecer para poder ter os cães. Ele não pode ter cadastro, os cães têm de andar sempre com trela e açaime e tem de ter sempre com ele uma licença. Acho que anualmente tem de renovar a licença e de verificar medicamente que os cães estão "em condições".
Lembro-me que um dos diferenciadores que fazia com que os cães fossem identificados como perigosos era a força da mandíbula, que em algumas raças é muito superior sendo estas consideradas mais perigosas.


Segundo consta, os assaltos com cães têm estado a aumentar e parecem ser a nova "moda", sim. Infelizmente, e para não variar, quem usa cães com estes fins não está preocupado em legalizá-los e obedecer às normas que existem. E quem cumpre essas normas normalmente não os treina para atacar. Invariavelmente, é o que também acontece com qualquer outro tipo de arma.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gonçalo
Cavaleiro/Dama
avatar

Masculino
Leão N. de Mensagens : 152
Idade : 173
Local : Matrix
Raça : Hobbit
Elemento : Terra/Rocha
Deus : Cronos (Tempo/Ordem/Lei)
Cor : Preto

MensagemAssunto: Re: Cães Perigosos   Seg Jan 09, 2012 8:13 pm

Eu tenho um rottweiler de 5 anos. É uma idiotisse achar que há uma predisposição natural para uma determinada raça ser mais violenta que as outras, agora é um facto que há cães com um potencial maior do que os outros para causar estragos. O meu cão tem uma força, velocidade e dentição que não me permitem correr o risco de por exemplo, o colocar ao pé de outros cães ou de pessoas estranhas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Siivet
Mestre
avatar

Masculino
Virgem Porco
N. de Mensagens : 750
Idade : 34
Local : Sintra
Raça : Troll
Elemento : Terra/Rocha
Deus : Ares (Guerra/Heroísmo/Conquista)
Cor : Preto

MensagemAssunto: Re: Cães Perigosos   Ter Jan 10, 2012 12:21 am

Um tema mesmo a calhar para mim.

Sou um orgulhoso dono de 3 APBT e 1 Doberman, raças cheias de mitos mal construidos á sua volta. Permite-me esclarecer então um pouco sobre o APBT ou Pit como lhe queiras chamar, é das poucas raças feitas para ter 0 de agressividade para com o ser humano e com 0 quero dizer que no principio da criação da raça qualquer filhote que apresenta-se agressividade ao ser humano era abatido na hora, podias entrar num quintal com um Pit adulto pegar nele e vir embora tal era a extrema falta de agressividade da raça para com o ser humano. Agora a raça foi criada para luta com touros como o nome indica e após tal ser banido, entre cães, o Pit tem no seu melhor, a adaptabilidade ao ambiente que o rodeia, o seu pior inimigo, é um cão que faz tudo para agradar ao dono, agora caiu foi nas mãos erradas, aliás o Pit macho não tem um peso superior aos 35kg e a fêmea aos 32kg se não estou em erro , dependendo da linhagem, os monstros que vês hoje em dia com 40kg geralmente é mistura com dogue argentino.

A mensagem que o estado deu há uns anos foi que é uma raça perigosa, mas o CPC ( clube português de canicultura) entidade que diz o que é e não é raça em Portugal não reconhece o padrão, logo á aqui uma falha no sistema, como se pode proibir uma raça que não é definida como raça? Mais o problema nunca é o animal mas sim quem o tem, daqui a nada vamos ao mito do Doberman onde ainda vinga a ideia que o cérebro cresce mais que o crânio porque foi uma invenção maluca em laboratório...poupem-me , o Doberman no caso da raça é um cão extremamente nervoso ,aliás é um pinscher gigante basicamente, e tem que ser educado sem bater e com pulso firme, tal como qualquer cão deve de ser, hoje em dia só tens animais excesivamente agressivos seja de que raça for por este motivos:

Desconhecimento do povo das características de cada raça (cada raça tem uma função, o ROtweiller era um cão de gado somente depois convertido a cão de guarda, o labrador é cão de caça, o pit é cão de luta mas como se adapta, também faz busca e salvamento, caça, e é usados pelos nossos GOE em várias operações )

Desconhecimento do povo da postura do cão e das mensagens que o corpo dá, cão que morde é cão com medo, um cão com confiança só morde se agredido ou com ordem do dono, a postura do cão diz sempre o que ele vai fazer !

Falta de informação/educação ao povo desde jovem sobre como tratar os animais e muitos maus exemplos, aliás tiveste um ministro e o sousa tavares, esse génio que agora ate livros de cozinha tem, a dizerem que os cães deviam de ser isolados, ora se isolas um cao ele não socializa, e estranha tudo fora daquele ambiente, esta gente é doida e não se lhes devem de dar ouvidos.


http://www.pitbulloeste.org/ os senhores deste link adotaram o pitbull de 4 meses que segundo a tvi "atacou gravemente um dos atores infantis deles" , esse pitbull levava com pedras e paus desse miúdo todo o santo dia, um dia soltou-se e ripostou, fez arranhões mas já se sabe como é a TVI, bem moral desta historia, a APO usa este e outros pits em terapias, e faz informação do que é a raça, quanto ao ator infantil, foi preso o ano passado por trafico de droga, vá-se la saber qual é o pior animal no fim.

E pronto, é a maior resposta que pus aqui,lol, mas é um assunto que me toca e muito, o Pit é uma das raças mais dedicadas ao homem, homem esse que o desvirtuou em muito tenho muita pena disso, mas a resolução não é banir, a resolução é reconhecer a raça e instaurar regras que permitam ter a raça de maneira responsável, mais pena tenho que a CPC não reconheça a raça devido a lobbys.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ondetudoarde.blogspot.pt/
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Cães Perigosos   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Cães Perigosos
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Montanhas da Neve Eterna
» [Curiosidades com Felipe] #1 Lugares mais perigosos do mundo!
» Mythology - Capítulo 1 / Efeito Borboleta

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Folk Lusitânia :: Parte Sul :: Templo do Conhecimento-
Ir para: