Folk Lusitânia

Folk, Neo-clássico, New Age, World Music, Darkwave, Medieval, Música Étnica, Folk Metal, Symphonic Metal, Dark Ambient, Neofolk, Marcial.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Hugo Chávez, Descida do Salário Mínimo Nacional, Sondagens, e outras fofuras.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Aelle
Mestre
avatar

Masculino
Libra Porco
N. de Mensagens : 748
Idade : 33
Raça : Hobbit
Elemento : Terra/Rocha
Deus : Cronos (Tempo/Ordem/Lei)
Cor : Azul Escuro

MensagemAssunto: Hugo Chávez, Descida do Salário Mínimo Nacional, Sondagens, e outras fofuras.   Sex Mar 08, 2013 11:22 pm

Há uma característica que eu admiro neste governo. Não estão com papas na língua, nem andam com paninhos quentes. Desprezam o Estado Social, e desejam o seu aniquilamento, bem como de toda e qualquer manifestação de Humanidade(s) que subsistam no Regime. Sentimento, soberania e identidade nacionais, cultura, história, solidariedade, etc. São avessos à Justiça, e portanto, até nos nossos débeis Tribunais vêm um perigoso adversário, que é necessário neutralizar. Estou certo que, no entender desta nova Corte da Democracia, até o Regime Feudal era, provavelmente, demasiado Socialista.

Bom, António Borges, um dos capangas do Governo, defendeu a descida do salário mínimo. Há pouco a acrescentar. A revolta do costume, bla-bla, os gajos são uns sacanas, se ainda estivéssemos no tempo do COPCON é que era, fuzilamentos já, etc.

Certamente, um indivíduo que advoga uma medida destas, é um verdadeiro terrorista, a vários níveis. Se este regime funcionasse, mesmo na sua podridão, seria preciso uma lupa para descobrir votos do PSD nas próximas urnas de voto. No entanto, observando as mais recentes sondagens, verifico que o PSD se mantém com uns impressionantes 27 por cento. O chefe da lista é o PS, - que surpresa - com apenas 35 por cento. Lá para baixo temos Portas, a muleta do PSD, e os partidos alegadamente comunistas. Não são nada, porque se o fossem, saberiam que as eleições e os sufrágios universais davam vómitos a Lenine. E a mim também, embora não subscreva as ideias do mumificado líder soviético.

Como é óbvio, isto andará sempre no mesmo, O eterno rotativismo. Já escrevi noutros textos o facto de a Democracia não existir. Tudo o que é governo fala em nome do povo, e há sistemas mais espertalhaços que outros, no sentido de mobilizar e ludibriar as massas. A mim, mais do que as votações dos meus compatriotas, porque eles não têm culpa, quem originou esta brincadeira desde 74 foi tudo menos o povo, enervam-me as romarias da malta dos partidos da Esquerda, que insistem, até ao limite do seu fanatismo religioso, que não passa disso, que nas próximas eleições é que vai ser. Não sei se são estúpidos, ou se fazem da política um exercício de auto-promoção, para um dia mais tarde dizerem aos netinhos, quando os levarem a comer o seu primeiro happy meal and coke, que lutaram pela emancipação socialista. E ao mesmo tempo, fazer uns "Likes" no Big Brother do senhor Zuckenberg. - Há aqui algumas contradições e incoerências.

Acho que o reformado Louçã, e o operário Jerónimo deviam fazer-se homens. Recolher à clandestinidade, e tornarem-se verdadeiros leninistas. Respeitarem-se a si próprios, e não mais irem a votos. É patético.

E falando em grandes líderes socialistas mumificados, faleceu esta semana Hugo Chávez, com muita pena minha. Este sim, tentou um golpe de Estado, e foi preso, vá, não muito tempo, e o Universo lá o recompensou com a eleição. Naturalmente, não tardou a tentar desmantelar as estruturas do Regime, inclusivamente permitir a perpetuação da sua eleição. Aplausos. Era um homem que sabia o que queria, e para onde ia. Tal como o Doutor Salazar. E tal como este, não olhou a meios para atingir os fins. Chávez colocou um fim ao regime de vassalagem que unia a Venezuela aos interesses económicos Americanos, que, literalmente, roubava milhões de dólares aos populares do país latino-americano. Bateu o pé ao Império, de forma patriótica, e legislou no sentido de oferecer melhores condições de vida e subsistência aos venezuelanos.

Como sempre acontece com os líderes socialistas - irónico - foi imediatamente deificado. É assim a natureza humana, por muito que os ateus militantes a recusem. Quem precisa de tentar filosofar sobre entidades criadores abstractas? Qualquer jogador da bola, ou cantor é suficiente para activar o instinto. As novas gerações guardam autógrafos como se fossem o Santo Graal.

Lembra-me os tipos que são homossexuais reprimidos, ou os padres dos primórdios da Cristandade que demonizavam as mulheres, porque tinham problemas de consciência por querer levá-las para a cama. Depois descobriram que as criancinhas nem eram má alternativa, com a vantagem de não engravidarem, o que sempre evitava a maçada de ter que as matar.

Chávez era um histérico, mas não era um mau tipo. Tomou a Igreja Católica como aliada, e tornou-se no primeiro, ou dos poucos, líderes socialistas a abraçar o Cristianismo como irmão ideológico do Socialismo. Faz sentido. Tanto um como o outro são dados a desvios, mas os caracteres de ambas as ideologias são primos.

A Natureza Humana constitui-se de um número limitado de cores, e, como podemos misturá-las, dá a ideia que isto é sempre tudo muito variado, e que as coisas são sempre muito diferentes. Mas não. É como um círculo, que gira. Em breve teremos um novo Regime. Claro que em História, 100 anos não são nada, portanto, não esperem milagres. Em todo o caso, nunca será através da vontade popular, seja lá o que isso for, nem da sua apatia e imbecilidade colectivas. Somos uma diversão e uma experiência dos Deuses, o que não é motivo para virarmos a cara à elevação, à luta, à busca dos valores e qualidades como a Justiça, a Sabedoria, a Inteligência servidora das anteriores, e a fúria positiva com o objectivo de nos fazer chegar um pouco mais acima.

Quanto ao resto, bom, um grande bem haja ao próximo Papa. E assim segue o Mundo Civilizado. Em êxtase com a eleição do novo chefe de uma organização que protege a Pedofilia, e pratica a máfia Financeira. Entre outras. O povo gosta. E ninguém acha estranho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fundador (ex-Váli)
Deus(a) do Sol (administração)
avatar

Masculino
Áries Cobra
N. de Mensagens : 2041
Idade : 28
Local : Lisboa
Raça : Ent/Povo das Árvores
Elemento : Madeira
Deus : Poseidon (Mar/Ideologia/Sonho)
Cor : Verde

MensagemAssunto: Re: Hugo Chávez, Descida do Salário Mínimo Nacional, Sondagens, e outras fofuras.   Sab Mar 09, 2013 1:20 pm

Algumas coisas a dizer... (para além de "ei granda titulo" Razz )

Compreendo que o apelo à autoridade seja, tanto na Venezuela como nos países asiáticos, algo que não é ideologicamente o ideal...mas esperemos que as coisas mudem. Será essa a tendência e basta vermos que Portugal também já passou por fazes de extremo nacionalismo. Às vezes questiono-me porque é que em todas as culturas têm sempre de existir ídolos e chefes mas tal como tu disseste parece ser essa a vontade dos Deuses. Entre o Chaves e um jogador de futebol venha o diabo e escolha, a natureza humana foi feita assim as pessoas têm sempre a necessidade de seguir algo, será isso bom? mau? será que o universo tem polaridade?

Bem para um anarquista, e relembro que o socialismo nasceu com o intuito de dar asas à ausência de estado, o seguimento de autoridades é algo negativo, ponto final.

Agora quanto ao facto de os partidos de esquerda serem partidos pseudo populares, claro que por mais que se defenda os pobres o "eu" está sempre em primeiro. A questão é que se não votarmos em algo outros o farão por nós e existem em Portugal partidos mortinhos por canalizar os fundos para a classe alta entre outras coisas.

Todo o falatório que se faz em torno do Papa acaba por ser mais prejudicial para a igreja do que um chamativo. Até porque os jornalistas não perdoam: o principal foco são todas a intrigas, e falas secretas entre ele. Mas continuo a dizer que com o devido tempo talvez as coisas "evoluam" (não gosto de usar esta palavra, sou anarquista Razz )

A descida dos salários mínimos é só um pouco do que é expresso...eles (o PSD) querem fazer muito mais e muito pior. Só não expressam por inconveniência, relembro que todo a nascença da actual democracia teve como principio uma luta entre classes e a emancipação da burguesia, que assim, consegue exercer o seu poder sobre os mais pobres mesmo que as regras de economia digam o contrario.

Em tom de conclusão: nada na natureza é perfeito, até o batimento cardíaco não é rítmico, os nossos dentes caem se não os lavarmos e temos de matar para nos alimentarmos. Obviamente que nenhum partido foge a este padrão, mas, e insisto nisso, existe quem nos queira vir ao bolso e se não votarmos por quem nos defenda outros não hesitaram em aproveitar-se disso.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://folklusitania.heavenforum.com
 
Hugo Chávez, Descida do Salário Mínimo Nacional, Sondagens, e outras fofuras.
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Feliz aniversario hugo
» Bruxos da Era Potter
» [FICHA] Hugo Cousteau.
» Salão Real
» Capítulo 1: As Sombras da Floresta

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Folk Lusitânia :: Parte Sul :: Academia de Filosofia-
Ir para: