Folk Lusitânia

Folk, Neo-clássico, New Age, World Music, Darkwave, Medieval, Música Étnica, Folk Metal, Symphonic Metal, Dark Ambient, Neofolk, Marcial.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 História do Pensamento Económico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Fundador (ex-Váli)
Deus(a) do Sol (administração)
avatar

Masculino
Áries Cobra
N. de Mensagens : 2041
Idade : 28
Local : Lisboa
Raça : Ent/Povo das Árvores
Elemento : Madeira
Deus : Poseidon (Mar/Ideologia/Sonho)
Cor : Verde

MensagemAssunto: História do Pensamento Económico   Ter Mar 12, 2013 12:10 pm

Um artigo interessante

Não li o artigo todo, fiquei-me no fim da era medieval e princípios da revolução industrial mas deu para perceber muita coisa.

Ora o artigo começa logo com o nosso amigo Platão a dizer que a politica seria mais efectiva se "os filósofos" acedessem ao poder em vez da democracia directa grega. Ele tinha uma visão romântica de que os ricos eram moralmente mais bem preparados, não faziam guerras e instruiriam o povo.
Aristóteles seu seguidor escreveu também "É claramente melhor que a propriedade seja privada" por questões morais.

(agora não tenho tempo para escrever mas já vamos descortinar isto tudo).
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://folklusitania.heavenforum.com
Fundador (ex-Váli)
Deus(a) do Sol (administração)
avatar

Masculino
Áries Cobra
N. de Mensagens : 2041
Idade : 28
Local : Lisboa
Raça : Ent/Povo das Árvores
Elemento : Madeira
Deus : Poseidon (Mar/Ideologia/Sonho)
Cor : Verde

MensagemAssunto: Re: História do Pensamento Económico   Ter Mar 12, 2013 8:11 pm

O mercantilismo defendia que as nações deveriam-se proteger aumentando as exportações para que o país adquirisse mais moeda, produtos etc. Ou seja a nação que mais exportar, mais moeda arrecada, mais poder tem sobre as outras.

Apesar de a teoria não ser totalmente rejeitada pela economia moderna os capitalistas estão contra porque, segundo dizem, as nações ganham mais em fazer trocas com mercados livres e o investimento estrangeiro é importante porque cria emprego.

A mim parece-me que até está certo, promover as trocas comerciais entre os países livremente acaba, de facto, por ser mais eficaz mas apenas para os países que são exportadores, ou seja, os países maiores. Quanto aos mais pequenos ou com maior população rural o livre mercado acaba por dar origem à concorrência desleal e dependência do estrangeiro. Dai em certos casos as medidas proteccionistas serem necessárias.

Claro que para o pessoal de direita, principalmente os estrangeiros, proteger a nossa economia é impor entraves às empresas deles, mas não existe mal nenhum se o fizermos com os Chineses (segundo eles). O nosso governo de direita chega até a incentivar o investimento estrangeiro...ignorando o facto de, a longo prazo isso ser mau para a economia (cada empresa estrangeira que cá está leva os seus lucros para o estrangeiro, ou seja, é dinheiro que sai do país).

Outra coisa que também me parece mal é o facto de o pessoal de direita reger-se por leis económicas que funcionam...no estrangeiro...ou melhor em países maiores do que o nosso.
Dizer que as multinacionais são empresas mais importantes que as pequenas empresas até pode fazer sentido nos estados unidos mas fará sentido em Portugal? Afinal que multinacionais temos que possam rivalizar com por exemplo com a Microsoft?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://folklusitania.heavenforum.com
Fundador (ex-Váli)
Deus(a) do Sol (administração)
avatar

Masculino
Áries Cobra
N. de Mensagens : 2041
Idade : 28
Local : Lisboa
Raça : Ent/Povo das Árvores
Elemento : Madeira
Deus : Poseidon (Mar/Ideologia/Sonho)
Cor : Verde

MensagemAssunto: Re: História do Pensamento Económico   Qua Mar 13, 2013 1:54 pm

Continuando...

Estudar um dos sucesso mundiais, os Estados Unidos, em comparação a antiga União Soviética, tem sido o principal argumento dos capitalistas ao longo de todo este tempo. Hoje talvez não seja bem assim...Se bem que a China comunista esteve durante muito tempo fechada ao mundo foi apenas quando esta abriu os mercados que começou a sua progressão. No entanto eles continuam a manter muita da filosofia de esquerda e estão a evoluir a 7,5% enquanto a Europa cresce apenas a 1%. Apesar disso o próprio presidente da China já admitiu que existe muita corrupção no estado todo poderoso chinês.

Uma questão: se é, como os de direita dizem, verdade que são as grandes empresas que geram riqueza então a esquerda pergunta "mas antes de serem grandes todas elas já foram pequenas". Ou seja a probabilidade de aparecimento de uma empresa (grande ou pequena) é maior em países onde não exista classe alta nem um estado que proteja as grandes empresas. Olhando para os Estados Unidos, que tiveram durante muito tempo uma classe alta pouco coerciva, não terá sido esse o factor que impulsionou empresas como a NIKE, McDonald, Coca Cola, Microsoft etc.

Parece que já estou a imaginar o Bill Gates caso este tivesse nascido em Portugal. Primeiramente teria que provir de uma família capaz de lhe proporcionar os estudos ou tirar uma bolsa de estudo, teria de ser alguém com capacidades muito acima da média por o sistema de ensino assim exige, depois teria de encontrar fiadores/patrocinadores que apoiassem o seu projecto, o que em portugal leva anos. Não poderia contar com o estado (este não cria emprego segundo dizem) e já agora nem com o privado, já que em Portugal ninguém quer investir. O mais provável era mesmo ele emigrar. Depois mesmo que este conseguisse erguer a sua empresa cá teria de entrar num mercado que não protege as pequenas empresas e sobreviver a isso, só depois então é que poderia contar com alguma facilidade.

Volto a pousar sobre o mesmo assunto. A inovação é extremamente importante para a evolução económica, basta ver o que seria da Inglaterra sem a revolução industrial e já há muito que o EUA perceberam isso e fazem de tudo para coleccionar os cérebros de todo o mundo...em Inglaterra o estado financia os estudos...os nordicos gabam-se de terem uma educação mais objectiva que a nossa.... só mesmo aqui em Portugal é que continuam a dizer que "nem todos podem ser doutores"...bem enfim.

Mas continuemos a criar mais expos, estadios, tvgs com o dinheiro do povo enquanto os americanos têm um IVA de apenas 4% e vemos quem é que se ri no fim.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://folklusitania.heavenforum.com
Fundador (ex-Váli)
Deus(a) do Sol (administração)
avatar

Masculino
Áries Cobra
N. de Mensagens : 2041
Idade : 28
Local : Lisboa
Raça : Ent/Povo das Árvores
Elemento : Madeira
Deus : Poseidon (Mar/Ideologia/Sonho)
Cor : Verde

MensagemAssunto: Re: História do Pensamento Económico   Sex Mar 15, 2013 2:38 pm

Uma Imagem interessante. Que mostra o nível de desigualdade social no mundo.

Depois de na Grécia antiga os escravos fazerem parte do quotidiano, na época medieval o sistema feudal reduzir a riqueza do povo ao "pão nosso de cada dia", passando pela revolução industrial, só agora os economistas começam a chegar a uma conclusão que ja´Marx dizia à muito tempo:o desenvolvimento colectivo depende não das classes burguesas mas da classe trabalhadora já que esta é a base em que se assenta a sociedade. Sem condições sociais o país simplesmente estagna, não existe o aparecimento de novas pequenas empresas, logo não há dinâmica. Alem do mais os próprios capitalistas dizem, assim com um sorriso na cara, de que é normal existirem crises cíclicas. Segundo eles o aparecimento de novas empresas modernas fazem com que as antigas desapareçam e isto deu origem a várias crises que foram ultrapassadas com o tempo. O que é uma forma rebuscada de dizer o que Marx previu: o capitalismo sem controlo é auto destrutivo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://folklusitania.heavenforum.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: História do Pensamento Económico   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
História do Pensamento Económico
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» PROMOÇÃO PACOTE ECONÔMICO PEXINXA BRASIL,CONFIRA e APROVEITEM!
» Atormentada - A História de uma garota em desespero
» Como criar uma Boa História
» Diálogo em uma história narrada em primeira pessoa
» GEHENNA: A HISTÓRIA REAL

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Folk Lusitânia :: Parte Sul :: Templo do Conhecimento :: Historia e Mitologia-
Ir para: