Folk Lusitânia

Folk, Neo-clássico, New Age, World Music, Darkwave, Medieval, Música Étnica, Folk Metal, Symphonic Metal, Dark Ambient, Neofolk, Marcial.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 O que ensinarias a um filho?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Fundador (ex-Váli)
Deus(a) do Sol (administração)
avatar

Masculino
Áries Cobra
N. de Mensagens : 2041
Idade : 28
Local : Lisboa
Raça : Ent/Povo das Árvores
Elemento : Madeira
Deus : Poseidon (Mar/Ideologia/Sonho)
Cor : Verde

MensagemAssunto: O que ensinarias a um filho?   Qua Jun 02, 2010 4:11 pm

Acham que devemos ensinar alguma coisa aos nossos filhos ou seria preferivel deixa-los apreenderem por si propios? Que problemas podem provir de ensinamentos desproporcionados para a crianca ou da ausencia destes?

Ou de uma forma mais simples que tipo de brincadeiras teriam, onde o levariam a passear, que conversas teriam, que nome dariam etc, etc, etc??
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://folklusitania.heavenforum.com
Floresta
Herói/Heroína mitológic@
avatar

Masculino
Escorpião Cobra
N. de Mensagens : 2477
Idade : 27
Local : Lisboa
Raça : Ent/Povo das Árvores
Elemento : Terra/Rocha
Deus : Cronos (Tempo/Ordem/Lei)
Cor : Preto

MensagemAssunto: Re: O que ensinarias a um filho?   Qua Jun 02, 2010 5:06 pm

Os dois. Dar um empurrãozinho, e depois eles que se desenmerdem.

Brincadeira: Adivinha a banda - eu ponho um cd da minha colecção a tocar, e ele tem que adivinhar Laughing como planeio ter uma colecção grandinha (que vai desde o metal mais extremo ao neofolk), acho que faria bem à criança, até porque lhe abriria as orelhas em vez de as fechar como faz MTV...

Aos fins-de-semanas, levaria o puto a fazer caminhadas em Sintra, e levava-o a Feiras Medievais. Desde cedo que ele iria aprender história e cultura. TV? Isso era para acompanhar o jantar, quanto muito. Computador? Só para trabalhos! Quer usar a internet, vá à biblioteca da escola lol!

_________________
Si Roma cadit, sic omnis terrae!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Siivet
Mestre
avatar

Masculino
Virgem Porco
N. de Mensagens : 750
Idade : 33
Local : Sintra
Raça : Troll
Elemento : Terra/Rocha
Deus : Ares (Guerra/Heroísmo/Conquista)
Cor : Preto

MensagemAssunto: Re: O que ensinarias a um filho?   Dom Jul 25, 2010 10:22 pm

Acima de tudo a um filho acho que lhe passaria 1º que nada o meu lema de vida, depois disso todo o meu conhecimento, o resto teria que ser ele e a sua percepção para com a vida.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ondetudoarde.blogspot.pt/
Averróis
Deus(a) da Lua (moderação)
avatar

Masculino
Sagitário N. de Mensagens : 3508
Idade : 818
Local : Córdoba

MensagemAssunto: Re: O que ensinarias a um filho?   Dom Jul 25, 2010 10:57 pm

Eu gostaria de providenciar uma educação secular a um filho(a) e dar-lhe a possibilidade de seguir posteriormente as ideologias e filosofias com que ele se identifique mais de coração. Idem em relação às religiões.
Não concordo com a pressão psicológica que se aplica normalmente às crianças por parte de pais religiosos. Elas acabam por serem sujeites a educações e rituais religiosos que lhes castram em muito a capacidade de decidirem por elas próprias o que desejam seguir mais tarde.
Sou ateu, mas não forçaria um(a) filho(a) a seguir as mesmas convicções que eu e tentaria ser tolerante a qualquer que fosse a sua decisão em termos religiosos.
Gostaria contudo de o(a) tentar estimular para ser curioso, ganhar interesse por diferentes temas e claro, a nutrir um profundo respeito pelo planeta à sua volta.

_________________

· Website | Bandcamp | SoundCloud | Last.fm ·
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://undogmatic.net78.net/
Fenris
Rei/Rainha


N. de Mensagens : 1168
Raça : Hobbit
Elemento : Terra/Rocha
Deus : Hades (Submundo/Pranto/Morte)
Cor : Azul Escuro

MensagemAssunto: Re: O que ensinarias a um filho?   Ter Ago 10, 2010 9:07 pm

Dava-lhe um taco de baseball e largava-o no parque com o resto da canalha.





Vá, agora a sério, dava-lhe uma uzi, ele ainda ia pensar que o taco de baseball era para algum desporto... Tolices...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Floresta
Herói/Heroína mitológic@
avatar

Masculino
Escorpião Cobra
N. de Mensagens : 2477
Idade : 27
Local : Lisboa
Raça : Ent/Povo das Árvores
Elemento : Terra/Rocha
Deus : Cronos (Tempo/Ordem/Lei)
Cor : Preto

MensagemAssunto: Re: O que ensinarias a um filho?   Qui Ago 12, 2010 12:27 pm

Fenris escreveu:
Dava-lhe um taco de baseball e largava-o no parque com o resto da canalha.





Vá, agora a sério, dava-lhe uma uzi, ele ainda ia pensar que o taco de baseball era para algum desporto... Tolices...

Uzi é arma de meninas. Macho que é macho faz arco e flecha!

_________________
Si Roma cadit, sic omnis terrae!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fenris
Rei/Rainha


N. de Mensagens : 1168
Raça : Hobbit
Elemento : Terra/Rocha
Deus : Hades (Submundo/Pranto/Morte)
Cor : Azul Escuro

MensagemAssunto: Re: O que ensinarias a um filho?   Qui Ago 12, 2010 8:52 pm

Tens razão, esquece lá a uzi, uma m500 versão sem culatra e com o cano curto tem muito mais estilo. Ou então uma sawed off home made. Mad Max ftw!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RedHead
Deus(a) da Lua (moderação)
avatar

Feminino
Aquário Dragão
N. de Mensagens : 2916
Idade : 28
Local : Olissipo/Liberalitas Julia
Raça : Elfo
Elemento : Terra/Rocha
Deus : Urano (Céu/Elevação/Perfeição)
Cor : Preto

MensagemAssunto: Re: O que ensinarias a um filho?   Sab Set 04, 2010 2:31 am

Ensiná-lo-ia a ser tolerante. Parecendo que não, a tolerância é das coisas mais difíceis de encontrar numa pessoa.

Quase toda a gente tem preconceitos, quase toda a gente odeia algo e - pior do que isso - quase toda a gente odeia alguém só por esse alguém adorar esse algo que essa gente em questão odeia. Quase toda a gente gosta de mostrar que é o maior da sua aldeia e quase toda a gente gosta de rebaixar os outros. Quase ninguém aceita uma ideia diferente da sua.

Falta tolerância a quase toda a gente e é isso que me faz gostar cada vez menos de pessoas. As pessoas são cruéis.
Se eu chegar a ter filhos, vou fazer de tudo para que eles não sejam assim.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://dianarosa.wix.com/diana-rosa
Aelle
Mestre
avatar

Masculino
Libra Porco
N. de Mensagens : 748
Idade : 33
Raça : Hobbit
Elemento : Terra/Rocha
Deus : Cronos (Tempo/Ordem/Lei)
Cor : Azul Escuro

MensagemAssunto: Re: O que ensinarias a um filho?   Sab Set 04, 2010 2:52 am

Eu acho que o ensinaria a não estar na net a estas horas...

Agora a sério:

A um filho podemos ensinar-lhe bastantes coisas que fortalecerão o seu carácter, e o prepararão para a vida. Podemos fazer muito para os tornar pessoas mais capazes e competitivas neste mundo, em que aqueles que estão mais bem preparados terão mais hipótese de sucesso. Seja qual for a área que escolherem, e o seu estilo de vida.

Mas a dada altura, normalmente na adolescência, e um pouco para lá disso, as pessoas descobrirão e encontrarão os seus próprios valores e as suas próprias crenças. Não se pode ensinar um filho a ser tolerante, ou a ser racista, ou a gostar de música, ou de desporto. Enquanto for criança fará os possíveis por agradar aos pais, mas começando a pensar pela própria cabeça, a sua natureza prevalecerá.

Posso garantir-vos que nunca me ensinaram a ser pagão, (pelo contrário. Sou filho de ateus, e neto de católicos), e todas as minhas ideias sociais, políticas e preferências culturais são fruto do meu próprio estudo e identificação.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jazmin
Cavaleiro/Dama
avatar

Feminino
Touro Cobra
N. de Mensagens : 126
Idade : 28
Local : Lisboa
Raça : Hobbit
Elemento : Terra/Rocha
Deus : Cronos (Tempo/Ordem/Lei)
Cor : Cinzento

MensagemAssunto: Re: O que ensinarias a um filho?   Sab Set 04, 2010 2:49 pm

Acho que devemos ensinar os valores "base", a honestidade, a tolerância, o amor pelo próximo, a humildade, etc... Depois disso devemos mostrar os diversos caminhos que existem para que um dia eles possam escolher aquele com que mais se identificam, desde religião, politica, alimentação, estilo de vida, etc... Não devemos querer que os nossos filhos sejam a nossa continuação, que tenham os nossos gosto e ideais...e sim deixa-los ser como são! Mas para isso precisamos devemos abrir-lhes os horizontes...dar-lhe "armas" para que mais tarde sigam os seus ideais da melhor maneira possível e que os faça mais felizes...
[Isto é o que penso hoje, talvez amanhã não pense assim! Não faço ideia se virei a ter ou não filhos, e também se coloca outro problema...supostamente a criança terá dois ou mais educadores (mãe, pai, avós, tios,...)...e se depois pensam diferente de mim?! É complicado!]

Gosto de nomes diferentes...Alai, Alelí, Áurea, Ariana, Luna, Ariel e Neón mas para não traumatizar a criança melhor meter um nome mais comum tipo Carolina, Leonor, Beatriz, Rafael, Tiago, Gabriel e Bruno...Não faço a mínima...:\
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fundador (ex-Váli)
Deus(a) do Sol (administração)
avatar

Masculino
Áries Cobra
N. de Mensagens : 2041
Idade : 28
Local : Lisboa
Raça : Ent/Povo das Árvores
Elemento : Madeira
Deus : Poseidon (Mar/Ideologia/Sonho)
Cor : Verde

MensagemAssunto: Re: O que ensinarias a um filho?   Sex Mar 25, 2011 3:52 pm

Vi ontem um documentario muito interessante sobre educacao dos bebes onde existiam duas teorias principais: os comentadores defendiam a disciplina enquanto que os entrevistados tinham uma visao naturalista. Por exemplo caso o bebe chorasse os disciplinadores defendiam que o bebe se deveria adptar aos horarios dos pais e deveria de ser ignorado enquanto que os naturalistas defendem que no meio natural (tendo como exemplo uma tribo india) o bebe teria varias pessoas para cuidar dele e que esta no nosso instinto proteje-lo (selectividade natural). Mais os naturalistas abdicavam do proprio trabalho e de amas para estar com o filho.

Um exemplo que para mim estava um bocado mal dado no doc, ja que este e feito pelos deuses, era o do criancas que mamavam ate os 6 anos de idade como se todas as criancas mimadas tivessem tal destino (parece que na maioria das tribos africanas elas mamam ate aos 3 anos de idade).

Outra promenor defendido pelos naturalistas era o facto de quando as africanas trabalham atarem o filho com uma manta as costas e telo consigo o dia interio, metodo que seria de adoptar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://folklusitania.heavenforum.com
Urânia
Rei/Rainha
avatar

Feminino
Câncer Tigre
N. de Mensagens : 1298
Idade : 30
Raça : Elfo
Elemento : Ar
Deus : Urano (Céu/Elevação/Perfeição)
Cor : Verde

MensagemAssunto: Re: O que ensinarias a um filho?   Sex Mar 25, 2011 5:02 pm

Váli escreveu:
Vi ontem um documentario muito interessante sobre educacao dos bebes onde existiam duas teorias principais: os comentadores defendiam a disciplina enquanto que os entrevistados tinham uma visao naturalista. Por exemplo caso o bebe chorasse os disciplinadores defendiam que o bebe se deveria adptar aos horarios dos pais e deveria de ser ignorado enquanto que os naturalistas defendem que no meio natural (tendo como exemplo uma tribo india) o bebe teria varias pessoas para cuidar dele e que esta no nosso instinto proteje-lo (selectividade natural). Mais os naturalistas abdicavam do proprio trabalho e de amas para estar com o filho.

Um exemplo que para mim estava um bocado mal dado no doc, ja que este e feito pelos deuses, era o do criancas que mamavam ate os 6 anos de idade como se todas as criancas mimadas tivessem tal destino (parece que na maioria das tribos africanas elas mamam ate aos 3 anos de idade).

Outra promenor defendido pelos naturalistas era o facto de quando as africanas trabalham atarem o filho com uma manta as costas e telo consigo o dia interio, metodo que seria de adoptar.

Muito interessante. Smile
Tenho uma amiga minha, que é muita "naturista", e tem esse tipo de atenções para com a filha dela.
É assim, na minha opinião... nem 8 nem 80. lol Ás vezes acho que ela abdica demasiado das coisas pela filha. Por outro lado, concordo que infelizmente tudo nesta sociedade é feito a "despachar", e acabamos por não nos aperceber das pequenas coisas que de facto são as que dão mais valor à vida.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Averróis
Deus(a) da Lua (moderação)
avatar

Masculino
Sagitário N. de Mensagens : 3508
Idade : 818
Local : Córdoba

MensagemAssunto: Re: O que ensinarias a um filho?   Sex Mar 25, 2011 5:19 pm

Urânia escreveu:
Muito interessante. Smile
Tenho uma amiga minha, que é muita "naturista", e tem esse tipo de atenções para com a filha dela.
É assim, na minha opinião... nem 8 nem 80. lol Ás vezes acho que ela abdica demasiado das coisas pela filha. Por outro lado, concordo que infelizmente tudo nesta sociedade é feito a "despachar", e acabamos por não nos aperceber das pequenas coisas que de facto são as que dão mais valor à vida.

Concordo. A moderação é sem dúvida um bom princípio... Tentar conjugar o melhor de cada uma das abordagens, evitando o maior número de malefícios.

_________________

· Website | Bandcamp | SoundCloud | Last.fm ·
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://undogmatic.net78.net/
Manwë
Mestre
avatar

Masculino
Touro Galo
N. de Mensagens : 578
Idade : 24
Local : Bracara Augusta
Raça : Hobbit
Elemento : Terra/Rocha
Deus : Hermes (Engenho/Pensamento/Arte)
Cor : Cinzento

MensagemAssunto: Re: O que ensinarias a um filho?   Sex Mar 25, 2011 5:38 pm

Eu não planeio ter filhos (eu sei que toda a gente da minha idade diz isto), mas penso muitas vezes em como educaria os meus sobrinhos.

Acho que a tolerância, como já foi dito, é um dos valores que deve ser ensinado, e aquele que a acompanha: a capacidade de fazer julgamentos sem deixar com que as ideias preconcebidas prejudiquem.

Uma outra coisa que eu penso que seria necessário fazer era ensiná-los a perdoarem-se poucas vezes. Quando uma pessoa começa a perdoar e a tolerar demasiado os próprios erros, a coisa pode descambar.

De resto acho que uma educação mais auto-didata seria o ideal. Eu também aprendi mais por mim do que por aquilo que a minha família me ensinou, e não me queixo minimamente de isso ter acontecido.

Discordo de quem disse que não deixaria os filhos ter acesso à internet. Não os deixar estar horas e horas em frente a um computador é uma coisa, impedi-los de estar na internet é outra. Eu deixaria um sobrinho meu estar na internet sem ter ninguém em cima do ombro a ver o que ele está a fazer. Aprendi imenso dessa maneira, pude ter desde cedo contacto com diferentes filosofias, religiões, ciências, e acho que aprendi muito com isso. Pelo menos aprendi desde cedo que, no que toca a opiniões, não há nada certo nem errado e não há Verdade nenhuma.

Quanto à religião, seria como o Averróis. Eu sou ateu, mas não impediria um sobrinho meu de pesquisar e ver se se identificava com alguma religião. Se começasse a ir para religiões repressivas eu "empurrava-o" para o Paganismo. geek

Kidding.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://whoknewindeed.wordpress.com
Matilda Le Fay
Guerreiro/Guerreira
avatar

Feminino
Peixes Cachorro
N. de Mensagens : 49
Idade : 23
Local : Gaia
Raça : Hobbit
Elemento : Terra/Rocha
Deus : Hermes (Engenho/Pensamento/Arte)
Cor : Cinzento

MensagemAssunto: Re: O que ensinarias a um filho?   Sab Abr 09, 2011 10:46 pm

Fazia os meus filhos perceber que o mundo é frágil e de todos.
Dir-lhes-ia que o mundo não pertence a uma única espécie e que nenhuma deve ser ignorada, maltratada ou subestimada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Averróis
Deus(a) da Lua (moderação)
avatar

Masculino
Sagitário N. de Mensagens : 3508
Idade : 818
Local : Córdoba

MensagemAssunto: Metodologia de Educação - Autoridade vs Compreensão empática (entre outras)   Sex Abr 22, 2011 2:16 am

Que pensam em relação ao assunto? Qual a forma mais frutífera de educar a sociedade de amanhã?

Descrição muito sucinta das opções:

Autoridade - Através de leis, imposições, coerção, imposição hierárquica de respeito pelo tutor/lider, noção de autoridade.
Compreensão empática - Através de relações de confiança, encorajamento, relação de proximidade entre tutor/líder e o aprendiz.
Outra não referida - Está mesmo a dizer... lol.
Educação mista - Tentar conjugar diversos pontos das opções acima referidas.

_________________

· Website | Bandcamp | SoundCloud | Last.fm ·
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://undogmatic.net78.net/
Fenris
Rei/Rainha


N. de Mensagens : 1168
Raça : Hobbit
Elemento : Terra/Rocha
Deus : Hades (Submundo/Pranto/Morte)
Cor : Azul Escuro

MensagemAssunto: Re: O que ensinarias a um filho?   Sex Abr 22, 2011 2:33 am

Cada caso é um caso. Se para uns funciona melhor a educação autoritária, para outros funcionará melhor a empática.

Falando em português correcto, o que está provado como "certo" e que dá "mais e melhores" resultados é a educação empática. Mas isto pressupondo que a pessoa em questão reage a este tipo de estímulo... Como tal, não se deve descartar nem desencorajar a hipótese de que se algum fedelho merece, então há que enfiar-lhe o focinho na mesa até não ser possível distinguir os dentes da madeira do tampo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Averróis
Deus(a) da Lua (moderação)
avatar

Masculino
Sagitário N. de Mensagens : 3508
Idade : 818
Local : Córdoba

MensagemAssunto: Re: O que ensinarias a um filho?   Sex Abr 22, 2011 2:42 am

Fenris escreveu:
Cada caso é um caso. Se para uns funciona melhor a educação autoritária, para outros funcionará melhor a empática.

Falando em português correcto, o que está provado como "certo" e que dá "mais e melhores" resultados é a educação empática. Mas isto pressupondo que a pessoa em questão reage a este tipo de estímulo... Como tal, não se deve descartar nem desencorajar a hipótese de que se algum fedelho merece, então há que enfiar-lhe o focinho na mesa até não ser possível distinguir os dentes da madeira do tampo.

LOL.

Estou de acordo, sou a favor de uma educação mista, com especial incidência sobre a educação empática. Entendo no entanto que as leis - ou guidelines - acabam por ser necessárias aqui ou acolá, pelo que não devem ser esquecidas de todo. Mas acima de tudo promover a virtude no indivíduo por uma relação de proximidade e compreensão, quase irmandade, é normalmente o caminho desejável, a meu ver.

Cada caso é um caso... E todos os indivíduos têm as suas especificidades, nem toda a gente reage da mesma forma aos mesmos estímulos como bem referiste. Portanto não existem modelos rígidos aplicáveis a todos, como é óbvio, tem de haver o mínimo de dinamismo para que a coisa funcione e se adapte ao indivíduo.

Aproveito para colocar aqui uma citação de Demócrito com a qual concordo na sua generalidade:

Citação :
"Melhor (educador) para a virtude mostrar-se-á aquele que usar o encorajamento e a palavra persuasiva, do que o que se servir da lei e da coerção. Pois quem evita o injusto apenas por temor a lei, provavelmente cometerá o mal em segredo; quem, ao contrario, for levado ao dever pela convicção, provavelmente não cometerá o injusto nem em segredo nem abertamente, Por isto, quem agir correctamente com compreensão e entendimento, mostrar-se-á corajoso e correto de pensamento."

Demócrito @ http://pt.wikipedia.org/wiki/Dem%C3%B3crito_de_Abdera#Sobre_a_agressividade

_________________

· Website | Bandcamp | SoundCloud | Last.fm ·
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://undogmatic.net78.net/
Fenris
Rei/Rainha


N. de Mensagens : 1168
Raça : Hobbit
Elemento : Terra/Rocha
Deus : Hades (Submundo/Pranto/Morte)
Cor : Azul Escuro

MensagemAssunto: Re: O que ensinarias a um filho?   Sex Abr 22, 2011 1:50 pm

Levarem com um cavalo marinho pelo lombo abaixo a ver se não aprendiam num instante...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kraft durch Freude
Herói/Heroína mitológic@
avatar

N. de Mensagens : 2053
Raça : Ent/Povo das Árvores
Deus : Ares (Guerra/Heroísmo/Conquista)

MensagemAssunto: Re: O que ensinarias a um filho?   Ter Abr 26, 2011 4:12 am

É dificílimo responder a este tópico! silent

Não tenho filhos mas nos últimos tempos tenho lidado com crianças pequenas com alguma frequência. Tenho-me apercebido de que a melhor forma de aprender a lidar com elas é simplesmente... Lidando com elas! Quanto mais tempo passamos com as crianças melhor nos entendemos, uns e outros.


Pessoalmente, tento fazê-los descobrir a vida por si mesmos, tentando equilibrar essa descoberta individual com a forma como considero que se devem comportar e tentando evitar situações que possam ser prejudiciais para eles.
Pelo que me apercebo parece-me importante ter bem definidas um conjunto de regras e comportamentos "aceitáveis". Quando uma dessas regras é transgredida, é importante que as crianças se apercebam de que aquela situação não é aceitável. Para isso, a repreensão não tem de ser física: o mal-estar psicológico que o olhar certo, na altura certa, provoca, é muito mais eficaz do que eu julgava até há bem pouco tempo!
Por outro lado, também não descarto o chamado "correctivo", tão característico da nossa tradição popular .13. (apesar de nunca o ter aplicado! [ainda Razz]). Mas uma palmada não faz sentido por todo e qualquer motivo: vejo-a como uma medida excepcional que só deve ser aplicada quando a situação excedeu em muito os tais limites aceitáveis. Mais uma vez, o efeito que se pretende é sempre e idealmente muito mais psicológico do que físico: uma palmada nem sequer tem de ser dada com força se a criança se apercebeu do erro que cometeu.

É claro que as crianças estão sempre a testar até onde vão os limites e estão sempre a puxar por nós para ver até onde a corda estica... E é claro que toda a regra tem excepção... Mas as excepções não devem passar disso mesmo: excepções. A regra tem de continuar a existir e a prevalecer.
Por outro lado, tal como disse inicialmente, depende muito da nossa relação e do nível de confiança que temos com cada criança. É óbvio que não posso exigir tanto de uma criança com quem não tenho confiança como o faço com outras que já conheço há alguns meses ou anos.


(Para além de uma data de outras coisas,) as crianças gostam de sentir que há quem mantenha as coisas em ordem, de sentir que tudo está nos carris e que não vai haver surpresas inesperadas. Coisas de que muitos de nós nos convencemos que são intrinsecamente más, mas que na verdade lhes dão estabilidade e confiança. Garantida essa estabilidade e dentro desses limites, permito tudo. E esta é a melhor parte! Nos locais e momentos próprios, corram, rebolem, gritem, subam às paredes de pernas para o ar... Desde que no final do dia estejam inteiros, façam o que quiserem, é lá com eles.



A passagem de ensinamentos, ideologias, filosofias e afins faz-se gradualmente e não é algo que me pareça que se faça com grandes conversas (até porque nem é preciso ser-se criança para não se ter paciência para essas coisas). Penso que é muito mais com o contacto e a tal ligação que estabelecemos com essa pessoa que se vai fazendo essa transmissão, gradualmente. Concordo com a Jazmin, quando disse que os valores "base" devem ser incutidos desde sempre. Uma das melhores formas para transmitir estes ensinamentos, a meu ver, é o exemplo: antes de esperar que algo seja feito uma vez, devo tê-lo feito antes umas 10 ou 20.
Ao contrário de muitos por aqui, eu acho que ainda faz sentido manter as tradições de família, mesmo que religiosas. É algo que sinto fazer parte daquilo a que as crianças da minha família fazem parte. Também não acho intrinsecamente mau querer que os filhos sejam a nossa continuação. É isso que os identifica e distingue de todos os outros: fazerem parte da nossa família.


Nuno escreveu:
Eu não planeio ter filhos (eu sei que toda a gente da minha idade diz isto)
A sério!? Shocked Eu nunca pensei isso... Mas suponho que eu também nunca tenha sido um elemento muito representativo da mentalidade da minha geração...


Averróis: não acho que essas formas devam ser aplicadas como formas alternativas. Nem tanto ao mar nem tanto à terra. É claro que tem de haver empatia, e a autoridade é necessária... Mas nem a empatia pode significar que quem manda na casa são os fedelhos nem nunca a autoridade pode ser sinónimo de violência ou agressividade (a propósito disto, achei a citação que está na ligação que puseste sobre o Demócrito despropositada).
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Floresta
Herói/Heroína mitológic@
avatar

Masculino
Escorpião Cobra
N. de Mensagens : 2477
Idade : 27
Local : Lisboa
Raça : Ent/Povo das Árvores
Elemento : Terra/Rocha
Deus : Cronos (Tempo/Ordem/Lei)
Cor : Preto

MensagemAssunto: Re: O que ensinarias a um filho?   Ter Abr 26, 2011 11:28 am

Nuno escreveu:
Eu não planeio ter filhos (eu sei que toda a gente da minha idade diz isto), mas penso muitas vezes em como educaria os meus sobrinhos.

Tens que idade mesmo? Eu nos meus belos 16 anitos vi algo que me fez desejar ter filhos (mas na altura certa, vamos lá ver!).

O Kraft a tomar conta de pirralhos, medo! Já os educaste em Judas Iscariot pah? Razz

_________________
Si Roma cadit, sic omnis terrae!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ártemis
Deus(a) da Lua (moderação)
avatar

Feminino
N. de Mensagens : 1419
Local : Monte Olimpo
Raça : Elfo
Elemento : Ar
Deus : Hermes (Engenho/Pensamento/Arte)
Cor : Vermelho

MensagemAssunto: Re: O que ensinarias a um filho?   Ter Abr 26, 2011 4:40 pm

O que é que viste, Floresta? Suspect E o Nuno tem 17, como diz no perfil dele Razz

Sim, como já tinha referido algures (talvez no chat), acho que o tal "correctivo" é bastante importante, não descurando a empatia, logicamente, é extremamente importante passar positividade. E acho também um pouco difícil negar essa empatia, quando há uma relação saudável com os pais.
Concordo com o Kraft no aspecto dos tradicionalismos que se transmitem, é muito difícil educar uma criança sem transmitir um pouco disso e quiçá das nossas próprias crenças ou religiões. Eu mesma fui um receptáculo das da minha família, que não são poucas, e com o tempo aprendi a destrinçar aquilo que tem interesse daquilo que não faz sentido, o enriquecimento cultural acaba por ser enorme.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Floresta
Herói/Heroína mitológic@
avatar

Masculino
Escorpião Cobra
N. de Mensagens : 2477
Idade : 27
Local : Lisboa
Raça : Ent/Povo das Árvores
Elemento : Terra/Rocha
Deus : Cronos (Tempo/Ordem/Lei)
Cor : Preto

MensagemAssunto: Re: O que ensinarias a um filho?   Ter Abr 26, 2011 4:43 pm

Foi assim: Eu ia no autocarro, pensando na minha vida, quando entra um gajo, daqueles que tu olhas e sabes que é melhor ficares bem longe porque ele vai dar problemas. Não era um chungoso do pior, mas tinha cara de quem já fez muita merda na vida. Umas paragens mais à frente, entra a mulher do gajo e o filho. E o que eu vi foi este homem, alguém que me parecia bastante frio, transformar-se no pai mais babado e feliz do mundo! E tive inveja do gajo! Desde então que fiquei com a ideia de um dia ter um filho, para perceber melhor o que se passou naquele autocarro. É algo que recordo muitas vezes e que me ensinou bastante Smile

_________________
Si Roma cadit, sic omnis terrae!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ártemis
Deus(a) da Lua (moderação)
avatar

Feminino
N. de Mensagens : 1419
Local : Monte Olimpo
Raça : Elfo
Elemento : Ar
Deus : Hermes (Engenho/Pensamento/Arte)
Cor : Vermelho

MensagemAssunto: Re: O que ensinarias a um filho?   Ter Abr 26, 2011 4:48 pm

Floresta, Ex-Odal escreveu:
Foi assim: Eu ia no autocarro, pensando na minha vida, quando entra um gajo, daqueles que tu olhas e sabes que é melhor ficares bem longe porque ele vai dar problemas. Não era um chungoso do pior, mas tinha cara de quem já fez muita merda na vida. Umas paragens mais à frente, entra a mulher do gajo e o filho. E o que eu vi foi este homem, alguém que me parecia bastante frio, transformar-se no pai mais babado e feliz do mundo! E tive inveja do gajo! Desde então que fiquei com a ideia de um dia ter um filho, para perceber melhor o que se passou naquele autocarro. É algo que recordo muitas vezes e que me ensinou bastante Smile

Pois, ensinou-te que temos uma maquinaria genética que desencadeia esse tipo de reacções até nas maiores bestas... Can't fight it, man.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ártemis
Deus(a) da Lua (moderação)
avatar

Feminino
N. de Mensagens : 1419
Local : Monte Olimpo
Raça : Elfo
Elemento : Ar
Deus : Hermes (Engenho/Pensamento/Arte)
Cor : Vermelho

MensagemAssunto: Re: O que ensinarias a um filho?   Ter Abr 26, 2011 4:55 pm

Anyway, it's kinda cute albino
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O que ensinarias a um filho?   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O que ensinarias a um filho?
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» O Meio-Sangue Filho de dois deuses
» Show do Filho de Poseidon!
» Sequestro do filho de Hermes
» Teste para Filho de Poseidon - Novembro
» Treino de Kratos(Indefinido) e Johny Williams(Filho de Ares)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Folk Lusitânia :: Parte Sul :: Academia de Filosofia-
Ir para: